Saiba Como Começar a Investir na Agricultura de Precisão

Saiba Como Começar a Investir na Agricultura de Precisão

Tempo de leitura: 5 minutos

Você sabia que a agricultura de precisão já está presente em um terço das propriedades rurais brasileiras? Produtores rurais que adotam a AP buscam se beneficiar de suas diversas vantagens que visam principalmente o aumento da produtividade.

A agricultura de precisão é caracterizada pela adoção de ferramentas tecnológicas que permitem ao produtor otimizar seus processos e reduzir seus custos de produção, considerando sempre a sustentabilidade do sistema.

Hoje em dia, é praticamente impossível buscar a máxima produtividade sem a adoção dessas ferramentas tecnológicas. Entretanto, apesar dos produtores saberem dessa importância, poucos sabem, de fato, como começar na agricultura de precisão.

Veja então por onde o produtor deve começar a investir para assim obter os benefícios a partir da agricultura de precisão.

O que é agricultura de precisão?

A Agricultura de Precisão já é entendida por muitas pessoas como uma das principais formas de modernizar a agricultura e alcançar a máxima produtividade.

Ela é representada por sistemas de gerenciamento agrícola que possibilitam a detecção, monitoramento e orientação na gestão de propriedades rurais, objetivando otimização e melhora da produtividade agrícola, resultando em elevação da rentabilidade do negócio.

Essa nova forma de conduzir a agricultura é representada por um sistema de manejo integrado de informações e tecnologias, fundamentado nos conceitos de que as variabilidades de espaço e tempo influenciam nos rendimentos dos cultivos, ou seja, cada parte do cultivo é diferente em vários parâmetros, devendo ser manejado de forma exclusiva.

Vale salientar que o tema Agricultura de Precisão é bastante abrangente, sistêmico e multidisciplinar, ou seja, não se limita a uma ou outra cultura nem a uma ou outra região, estando disponível para o pequeno, médio ou grande produtor.

A agricultura de precisão tem o papel de auxiliar produtores rurais na aquisição e interpretação dos dados coletados por sensores, GPS e drones. Assim, com o auxílio de softwares a qualidade da informação será maior, otimizando e dando mais respaldo para as tomadas de decisão.

Vantagens na adoção da agricultura de precisão

Quando adotada corretamente, a agricultura de precisão pode trazer diversas vantagens ao produtor rural. Tanto que o uso dessas tecnologias e técnicas de manejo representa uma das 4 dicas de ouro para alavancar a produtividade agrícola.

Assim, as principais vantagens da adoção da agricultura de precisão são:

  • Possibilidade de realizar um controle mais minucioso e completo da atividade;
  • Economia financeira, de recursos e de insumos;
  • Facilidade na tomada de decisão, pela ampla quantidade de dados coletados e informações geradas;
  • Facilidade de acesso a todas as informações, mesmo que de forma remota;
  • Minimização dos riscos ambientais e econômicos;
  • Permite a aplicação de insumos e irrigação em taxas variáveis para cada talhão ou área pré-determinada, homogeneizando a propriedade;
  • Auxilia na melhora de toda a gestão do negócio

É importante salientar que para cada produtor existem medidas de gestão que são adaptadas a sua realidade.

Dessa forma, a AP oferece ao produtor ferramentas específicas para cada necessidade, que ajudarão o produtor na otimização do uso de insumos e na constante inovação de todo tipo de atividade ligada à produção agrícola.

Como começar a investir nesse tipo de inovação tecnológica?

Apesar de saberem da importância da agricultura de precisão, muitos produtores não sabem ainda por onde começar a investir. Mas o início deverá ser o mesmo tanto para a agricultura convencional quanto de precisão.

Isso porque, a adoção da agricultura de precisão deve iniciar-se com a amostragem e mapeamento do solo.

Este mapeamento deve ocorrer logo após a colheita das safras de verão para que seja possível identificar as necessidades do solo e realizar posteriores aplicações de fertilizantes e demais preparos do solo.

Esse período também será ideal para que o produtor possa se preparar para a aquisição dos equipamentos ligado a AP, sendo muito importante planejar antecipadamente a implantação desse tipo de tecnologia na propriedade.

Por isso, na agricultura brasileira, o período ideal para iniciar a agricultura de precisão está compreendido entre os meses de outubro, novembro e dezembro, período em que também é possível fazer uma compra programada de equipamentos em condições mais favoráveis.

Fazendo a compra nesse período, a entrega dos equipamentos ocorrerá entre janeiro e fevereiro, permitindo dessa forma a realização de treinamento e testes, para que no início de março possa ser iniciada a coleta de amostras do solo.

Dessa forma, o investimento inicial deve se basear em muito planejamento tanto na análise completa das características do solo e da lavoura, quanto na compra de equipamentos relacionados à agricultura de precisão, como drones, equipamentos de GPS, sensores, semeadoras de taxa variável, entre outros.

Resultados econômicos serão obtidos com o tempo

Certamente a AP traz valiosos avanços para o produtor, mas para que atinja o sucesso desejado, ele não pode pensar que os resultados econômicos decorrentes da adoção da agricultura de precisão são rápidos.

Isso ocorre, pois inúmeros são os fatores que influenciam nesse sucesso, tais como a situação anterior da área, presença de pragas, custo do produto no mercado, entre outros.

Por isso, o produtor deve estar ciente que os melhores resultados vêm com o passar dos anos e com o aumento do conhecimento sobre sua atividade.

Como já citamos, a agricultura de precisão inicia-se com o mapeamento da área. Mas posteriormente já será possível mapear outras informações como a colheita, nível de irrigação, imagens aéreas e de satélite ou usar sensores que identificam parâmetros direto na lavoura.

Essas informações irão se somar, permitindo um conhecimento detalhado da área que consequentemente ajudarão o produtor na busca pela maior produtividade num primeiro momento, que certamente se transformará em maior lucratividade ao longo do projeto.

Continue acompanhando o blog da Multitécnica e fique sempre muito bem informado sobre a agricultura. Aproveite e confira nosso novo Catálogo de Fertilizantes!

Deixe seu comentário aqui